sexta-feira, 27 de março de 2015

Pavilhão Multiusos

Está encontrado o local para o grande pavilhão multiusos que a Guarda precisa e ainda não tem.
As antigas piscinas, estão ali mesmo à mão, para no seu lugar ser construído o grande pavilhão de exposições e festas.
Bem situado, junto ao Parque da cidade, bom para festas ao ar livre, pegado ao Parque de Campismo que tem mais espaço que clientes e precisa de requalificação e do outro lado da rua está o Estádio Municipal e um Pavilhão desportivo Coberto, é o lugar ideal para os grandes eventos de verão e de inverno, de primavera e outono, bem no centro da cidade, com muitos lugares de estacionamento.
Não procurem mais, aí está o Multiusos.
O estudo já foi encomendado, não aos técnicos da câmara, mas a uma empresa exterior. Poderiam ter começado com um concurso de ideias que é sempre uma boa ideia.

Rotunda das Lameirinhas 2

Rotunda de acesso ao Bairro das Lameirinhas, do lado da Avenida Sá Carneiro

quinta-feira, 26 de março de 2015

A Linha da Beira Alta

A Estação da Guarda no Google maps
Andam agitados os Presidentes de Câmara de Aveiro/Viseu/Guarda e o motivo é a “Linha da Beira Alta” nova, querem eles, remodelada querem outros.
É claro que há um “lóbi” criado por aqueles três Presidentes que querem a todo custo uma nova linha, mesmo que isso custe à Guarda ter uma estação a 40 quilómetros.
As afinidades da Guarda com Coimbra acabariam e passariam a ter afinidades com Aveiro.
O Governo actual prepara-se para deixar para o próximo Governo a decisão a tomar, até porque, não há estudos sobre a linha nova, que segundo estimativas custaria mais de mil milhões de euros e só há disponibilidade para 900 milhões, a diferença não é de trocos.
Ler em Jornal Público:
Algumas afirmações:
“Em ano de eleições, o Governo foi sensível às reivindicações dos autarcas do Norte e do Centro”
“Este investimento tem um custo próximo dos mil milhões de euros e é o dobro daquele que a Refer tem andado a estudar”
“Consiste em fazer uma melhoria à actual linha da Beira Alta, para a qual pretendia construir variantes
dificilmente a sua construção poderá avançar antes de 2020”
“É que a linha de alta velocidade Aveiro – Salamanca, , pouco avançou no papel”
“Está praticamente tudo para fazer ao nível dos estudos, ao passo que a modernização da linha actual já se encontra mais avançada”
“Seja como for, a nova linha Aveiro – Vilar Formoso é, para já, apenas um anúncio de candidatura a fundos comunitários para estudo”
“Carece de uma avaliação sócio-económica e de custo-benefício que prove que a região Norte e Centro precisa de uma nova linha férrea de ligação a Espanha”

quarta-feira, 25 de março de 2015

Guarda: Comemorar Abril

A Câmara Municipal da Guarda vai comemorar este ano o dia 25 de Abril.
Para já, a única iniciativa conhecida vai chamar-se “Cravos de Abril” e vai ser concretizada pelas associações da Guarda.
Assim, as associações são convidadas a fazer cravos de papel, verde no tronco e vermelhos na flor, com a altura de um pau de vassoura, com uma frase alusiva ao dia e que serão “plantados nos jardins da cidade.
Seria desejável que o programa oficial completo fosse apresentado, para não colidir com as atividades que anualmente são realizadas por outras entidades.

Saúde: Investimentos no Distrito

Carlos Peixoto, Deputado pelo Distrito da Guarda, e Presidente do PSD do Distrito, veio substituir o Presidente do Conselho de Administração da ULS no anúncio de alguns investimentos em Centros de Saúde do Distrito.
Natural, disse, este anúncio. O PSD tem o direito de anunciar as boas novas.
Em pré-campanha eleitoral, está a tentar fazer no Distrito em 3 meses o que não fez em 3 anos.
A questão é se será apenas campanha ou é obra real. Já se fizeram mais de meia dúzia de anúncios.
Já estamos a ver quem manda.

terça-feira, 24 de março de 2015

Herberto Hélder

Herberto Hélder, por Francisco Penteado
Herberto Hélder morreu esta manhã. Dizem os especialistas que foi, no século XX, o maior poeta depois Fernando Pessoa. É provável que a cultura Portuguesa tivesse ficado mais pobre, as pessoas da cultura assim o dizem.
Por desgraça minha nunca consegui comprar livros do poeta. Não sei se a culpa era dele ou se era das editoras, as edições eram tão pequenas que só nas filas das grandes livrarias ou por cunha se conseguia um livro. Agora consegue-se, a preços exorbitantes, na OLX.
Talvez agora, haja autorização para reedições.

O Cofre está cheio

Confirma-se, os cofres Portugueses estão cheios.
Os Cofres de Portugal estão cheios de dívida, os Cofres dos Portugueses estão cheios de nada.

segunda-feira, 23 de março de 2015

O silêncio dos inocentes

Caro amigo silencioso, é preciso saber interpretar o silêncio. O silêncio pode ser muito barulhento e é necessário interpretar. Todas as pessoas têm necessidade do silêncio e é preciso respeitar o seu desejo e quando assim é não temos o direito de o interromper.
Fica uma parte da letra da canção “The sound of silence” dos Simon e Garfunkel
(É uma tradução livre do Translito)
Dez mil pessoas, talvez mais
Pessoas falando sem falar
Pessoas ouvindo sem escutar
Pessoas escrevendo canções
Que vozes nunca compartilhar
E ninguém se atreve
Perturbar o som do silêncio
"Tolos", disse eu, "você não sabe
Silêncio como um câncer cresce
Ouvir as minhas palavras que eu poderia te ensinar.
Leve meus braços que eu poderia chegar para você"
Mas minhas palavras como silenciosas gotas de chuva caíram
E ecoou em poços de silêncio
E o povo curvou-se e orou
Ao Deus do néon que elas criaram
E a placa faiscou o seu aviso
Nas palavras que formava
E a placa dizia
"As palavras dos profetas
Estão escritas nas paredes do metrô
E nos corredores dos cortiço"
E sussurraram no som do silêncio

sexta-feira, 20 de março de 2015

Edifício Lúcio Romão


Rotunda da Rua 31 de Janeiro

Rotunda no início da Rua 31 de Janeiro, Guarda

quinta-feira, 19 de março de 2015

Três parágrafos

1 - A Alemanha, no século XX, não conseguiu conquistar a Europa pelas armas, no século XXI está a consegui-lo pela economia
2 - Os governantes de Portugal, especialmente o duo Passos/Portas quando se referem à crise financeira de Portugal dizem sempre que foi o herdo do PS. Quando se referem à crise da Grécia referem sempre “os gregos” e nunca o herdo deixado pelo seu partido irmão, conservador.
3 – Ao ouvir a Ministra das Finanças dizer que os cofres de Portugal estão cheios, faz-me lembrar Salazar, dizia que tinha os cofres cheios mas o povo vivia na miséria.

Ex-BES, vale o que derem por ele

“Não sei quanto vale o Novo Banco, mas como se diz lá em casa, vale aquilo que derem por ele”, disse Stock da Cunha presidente do ex-BES.
“O Novo Banco tem quase quatro mil milhões de euros em activos disponíveis para venda. Só os imóveis penhorados por incumprimento dos clientes no pagamento das prestações de crédito têm um valor de cerca de 2,8 mil milhões de euros”.
Não sabemos quanto nos vai custar, vai custar-nos aquilo que que nos quiserem levar, não temos controle, valerá muito mais do que vale o presidente, porque esse não sabemos quanto custará e valerá.