sábado, 21 de abril de 2018

Escapadinha romântica na Guarda/ Serra da Estrela


Destinos românticos na Guarda. É assim a publicidade que estão a vender. Serão os efeitos da FIT?
“O que fazer na Guarda”
“Implantada na paisagem montanhosa da Serra da Estrela, a Guarda é a cidade mais alta de Portugal, onde o ar é limpo, leve e sadio. Herdeira de um património cultural único, a Guarda encerra nas suas muralhas mais de 800 anos de História. No ponto mais alto da cidade ergue-se a Torre de Menagem, símbolo máximo de toda a estrutura defensiva. No centro da cidade, e digna de visita, encontramos a Catedral da Guarda”.
“Conhecida como “A cidade dos 5 F’s” – forte, farta, fria, fiel e formosa -, a Guarda é marcada pelo granito, pelos vales, pelo seu ar puro e pela tradição de saúde e bem-estar: o clima de montanha e a fertilidade dos solos garantem uma riquíssima gastronomia. E o clima traz a beleza e o brilho inigualável da neve, que a transforma a cidade e a pinta de branco”.
“Se procura um retiro para estar em contacto com a natureza, degustar sabores divinos e namorar à lareira, Guarda é sem dúvida a resposta”.
Onde dormir na Guarda
“Hotel para fim-de-semana romântico na Guarda: Pousada da Serra da Estrela
Se optar pela Guarda, não vai querer deixar de visitar o Parque Natural da Serra da Estrela e é precisamente aí que encontramos um hotel que lhe irá preencher as medidas. Na Pousada da Serra da Estrela, um hotel de 4 estrelas, poderá apreciar as vistas e atividades da época glaciar, mas também usufruir do conforto da piscina interior e da oferta gastronómica regional de excelência”.

sexta-feira, 20 de abril de 2018

ARU – Passadeiras junto a escola


Na Rua Pedro Alves Cabral, regenerada, ficam a Escola do 1º Ciclo Santa Zita e a Casa de Santa Zita com creche e ATL.
As passadeiras que lhe dão acesso já estão com sinais preocupantes de degradação.

quinta-feira, 19 de abril de 2018

ARU – Faltou a tinta


O monumento a Augusto Gil, no Largo de S. João, começou a ser regenerado.
Tendo faltado a tinta, quase metade do que está lavrado na pedra não se consegue ler.

quarta-feira, 18 de abril de 2018

As ARUs - Áreas de regeneração Urbana

As áreas marcadas são da minha responsabilidade

Sobre a “ARU – Área de Reabilitação Urbana” a página da Câmara faz a introdução ao tema:
“No atual contexto de profundas transformações socioeconómicas a procura de um novo paradigma de desenvolvimento que possa contrariar a cada vez mais presente tendência de degradação e decadência das áreas urbanas consolidadas dos centros das cidades contemporâneas, sobretudo nas de pequena​ ou média dimensão, a reabilitação urbana assume-se como uma componente indispensável da política das cidades e da política de habitação do século XXI, na medida em que nela convergem os objetivos de requalificação e revitalização das cidades, em particular das suas áreas mais degradadas, e de qualificação do parque habitacional, procurando-se assim um funcionamento globalmente mais harmonioso e sustentável e a garantia, para todos, de uma habitação condigna”.
“Considerando-se que a operacionalização de uma estratégia de reabilitação urbana compete ao setor público, com o Município na liderança, ao qual cabe regular e monitorizar a intervenção e linhas de ação, estimulando outras entidades dos domínios privados, individuais e empresariais, a aderir à dinâmica de reabilitação, a Assembleia Municipal da Guarda, sob proposta da Câmara Municipal, aprovou, por maioria, na sua sessão ordinária de 28 de abril de 2015, a delimitação da “ÁREA DE REABILITAÇÃO URBANA DO CENTRO URBANO CONSOLIDADO DA CIDADE DA GUARDA E ÁREA ENVOLVENTE”.
ARU: Centro Histórico, Intermuralhas
ARU: Centro Histórico, zona envolvente
ARU: Perímetro envolvente, 250 hectares
Cumprida que foi a regeneração urbana destas 3 áreas, que devem ter ficado bem regeneradas, foi aprovada, por unanimidade, na última reunião do executivo, levar a outras zonas da cidade a “ARU”.
Foram já gastos os fundos comunitários disponíveis e haverá novos fundos brevemente.
A Europa continua a regenerar-nos.

terça-feira, 17 de abril de 2018

Descubra as diferenças: Poda radical em duas fases


Foi assim na Avenida Cidade de Safed, podou-se a árvore, não gostaram do efeito e continuaram a cortar.
O efeito é muito mais airoso.

segunda-feira, 16 de abril de 2018

As árvores ficaram elegantes


As árvores da Avenida Cidade de Safed, ficaram mais elegantes, provavelmente frequentam os ginásios que proliferam pela Guarda como cogumelos.
Que bonitas que estão agora e bonitas irão ficar quando as folhas crescerem.

domingo, 15 de abril de 2018

A minha rotunda é mais bonita que a tua mas a minha ainda é mais bonita


Todos o executivo da Câmara da Guarda, situação e oposição, aprovou por unanimidade e aclamação gastar mais uns milhares de euros na ornamentação de duas rotundas e a oposição até alvitrou que se fossem governo a ornamentação seria mais bonita.
Pois eu também vou contribuir para a discussão propondo a minha ornamentação.
Será a minha homenagem às gentes do Mondego que com a sua agricultura de subsistência ajudam a economia da Guarda vendendo os seus produtos no Mercado Municipal.
Com tantos buracos nas ruas e passeios, ornamentar rotundas «, continua a ser prioritário e agora com a oposição a dizer que sim. Os dinossauros autarcas não aprenderam nada.
Isto faz-me lembrar um tempo áureo de discussão política que até se discutia se a cor da tinta deveria ser azul cueca, verde alface ou amarelo canário. Bons tempos que voltaram.
Adenda: Vão ser adornadas mais duas rotundas- A rotunda do cruzamento para Maçainhas e a Rotunda da Dorna.